domingo, 2 de outubro de 2016

ELEIÇÕES TEM RECORDE DE ABSTENÇÕES, BRANCOS E NULOS!

O POVO COMEÇA A ACORDAR E PERCEBER QUE VOTAR NÃO RESOLVE NADA E NÃO VAI ÀS URNAS!



PROPORÇÃO RECORDE DE ELEITORES NÃO PARTICIPOU DA ESCOLHA DO PREFEITO DE SÃO PAULO!


FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/eleicoes-2016/2016/10/1819136-em-sao-paulo-quatro-em-dez-eleitores-aptos-nao-participaram-da-escolha-do-prefeito.shtml



Na capital paulista, o afastamento entre os eleitores e as urnas chegou a um recorde histórico desde a redemocratização.

Ao todo, mais de uma a cada três pessoas registradas para votar na maior cidade do Brasil não participou da escolha do prefeito: OU NÃO FOI ÀS URNAS OU, TENDO IDO, NÃO ESCOLHEU NENHUM CANDIDATO!

AO TODO, BRANCOS, NULOS E ABSTENÇÕES SUPERARAM O NÚMERO DE VOTOS DO PREFEITO ELEITO, JOÃO DORIA (PSDB), EM 11,4 MIL. NO PRIMEIRO TURNO DE 2012, O NÃO-VOTO TAMBÉM SUPEROU O CANDIDATO MAIS BEM COLOCADO, JOSÉ SERRA 
(PSDB), SÓ QUE POR 605,7 MIL. ANTES DISSO, EM NENHUMA ELEIÇÃO ENTRE 1988 E 2008 O NÃO-VOTO SUPEROU O MAIS VOTADO.

Ao todo, 34,7% dos aptos não participaram da decisão neste ano: 21,8% dos eleitores paulistanos não foram às urnas. Dos que compareceram, quase um a cada seis (16,7%) não votaram em ninguém para prefeito –ou 13% do total de eleitores aptos a votar na maior cidade do país.
Claro que não se deve tomar especialmente a proporção de ausentes pelo valor de face. Parte desse montante é composta por eleitores que já morreram ou mudaram de cidade sem avisar à Justiça Eleitoral. Nos nulos, ainda no final de semana colunas de notas políticas noticiavam o esforço das campanhas em tornar seus números conhecidos.
Ainda assim, os números são mais altos do que em qualquer ano anterior.



Desde junho de 2013, houve um aumento da cobrança –e da desconfiança– da população em relação a seus representantes. Uma série de escândalos de corrupção, que levou ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, e a desconfianças em relação ao governo de seu sucessor, Michel Temer, aumentou o atrito entre representantes e representados.

São Paulo tem sido o ponto focal dos protestos ao longo desses três anos, com uma explosão de choques socioculturais em debate nas ruas e nas redes sociais.

O pouco tempo de campanha eleitoral no rádio e na TV pode ter influenciado nas escolhas. Em eleições anteriores, havia um mês a mais de campanha e o horário eleitoral gratuito tinha o triplo do tempo todo dia.

Nisso, as preferências variaram fortemente ao longo das semanas. Cada nova pesquisa trazia uma reviravolta nas intenções. Até há uma semana, o prefeito Fernando Haddad (PT) ficava atrás de três candidatos. A última rodada de pesquisas apontou que ele tinha chance de ficar em segundo lugar.
Em eleições anteriores, a Folha observou que cidades que que realizaram recadastramento biométrico obrigatório do eleitorado tinham índices menores de abstenções. Em São Paulo, ainda que novos cadastros já sejam biométricos, ainda não se exigiu identificação por meio do polegar nas urnas. Até a próxima eleição municipal, talvez se tenha uma ideia melhor das abstenções voluntárias.

UM PREFEITO QUE A MAIORIA NÃO QUERIA!


Eleito em SP, João Doria 'perde' para brancos, nulos e abstenções

 
 
FONTE: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2016/10/02/eleito-em-sp-joao-doria-teve-menos-votos-que-brancos-nulos-e-abstencoes.htm
 
 
O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, João Doria, foi eleito no 1º turno

  • O candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, João Doria, foi eleito no 1º turno
O número de pessoas que não votaram em nenhum candidato a prefeito em São Paulo superou o total de votos obtido pelo candidato do PSDB, João Doria, eleito no primeiro turno.
Os votos em branco, nulos e as abstenções (eleitores que não compareceram à votação), somaram 3.096.304. Doria obteve um total de 3.085.187 votos.

3.096.304 DE PESSOAS QUE NÃO VOTARAM NO CRETINO DO DÓRIA
CONTRA 3.085.187 QUE VOTARAM NESSE PAU MANDADO DO PSDB!

E AINDA ASSIM SOMOS OBRIGADOS A TER UM PREFEITO QUE NÃO VOTAMOS?

O CANDIDATO DO PSDB FOI ELEITO PORQUE O RESULTADO DA ELEIÇÃO PARA PREFEITO É DEFINIDO APENAS COM BASE NOS VOTOS VÁLIDOS. Os votos válidos são aqueles efetivamente destinados a um dos candidatos na disputa, ou seja, não incluem brancos, nulos e abstenções. (COMO SE OS QUE VOTAM EM BRANCOS, NULOS E ABSTENÇÕES NÃO PAGASSEM IMPOSTOS OU NÃO FOSSEM AFETADOS PELAS DECISÕES DO PREFEITO BANDIDO ELEITO).

Doria ficou com 53,29% dos votos válidos. O segundo colocado, atual prefeito Fernando Haddad (PT), terminou com 16,7%. Assim, o tucano levou a Prefeitura de São Paulo já no primeiro turno.
Esta foi a eleição na capital paulista com o maior número de abstenções, brancos e nulos das últimas seis eleições municipais.
Neste domingo (2), deixaram de votar 1,9 milhão (21,84%) de eleitores paulistanos. O percentual de votos nulos foi de 11,35% (788 mil votos) e de votos em branco, 5,29% (367.471 votos).
Segundo os dados divulgados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a eleição municipal de 2012 já tinha tido recorde de faltantes desde a eleição municipal de 1996. A abstenção foi de 18,48% dos eleitores (1,6 milhão) em 2012. A soma de brancos, nulos e ausentes chegou a 2,5 milhões.

UM PREFEITO  PAU MANDADO DE GERALDO ALCKMIM E DO PSDB!

A campanha

Desde a redemocratização, é a primeira vez que um candidato conseguiu mais de 50% dos votos e se elegeu no primeiro turno para a Prefeitura de São Paulo.
Empresário e apresentador de programa de TV, Doria (QUE NÃO TEM UM PINGO DE EXPERIÊNCIA EM GERIR UMA CIDADEZINHA) estreou em uma eleição contando com o apoio do governador Geraldo Alckmin (PSDB) 9O VERDADEIRO MANDANTE DO CRIME), e acabou tendo uma ascensão surpreendente nas pesquisas de intenção de voto a partir de setembro.
Com o resultado, o PSDB volta à Prefeitura de São Paulo dez anos após José Serra abandonar o cargo (E DEPOIS DO SAFADO PARTIDO DO PSDB CRIAR UM IMPÉRIO NO ESTADO DE SÃO PAULO), antes da metade do mandato, para disputar a eleição para governador.


OPINIÃO ANDRÉ DE MORAES:

 MEUS IMPOSTOS SÃO VÁLIDOS, MAS MEU VOTO NULO NÃO VALE NADA?

SE A SOMA DE PESSOAS QUE VOTARAM BRANCOS, NULOS OU SIMPLESMENTE NÃO FORAM ÀS URNAS, 3.096.304 (PARABÉNS PARA VOCÊS) ULTRAPASSOU O NÚMERO DOS QUE VOTARAM NO PAU MANDADO DO DÓRIA, 3.085.187, PORQUE DÓRIA DEVE SER O PREFEITO?

AFINAL DE CONTAS, A MAIORIA NÃO QUERIA ELE COMO PREFEITO, NÃO É MESMO?
ISSO É DEMOCRACIA?

SIGNIFICADO DE "DEMOCRACIA":

"Governo em que o poder é exercido pelo povo.Sistema governamental e político em que os dirigentes são escolhidos através de eleições populares: o Brasil é uma democracia.Regime que se baseia na ideia de liberdade e de soberania popular; regime em que não existem desigualdades e/ou privilégios de classes.Nação ou país cujos preceitos se baseiam no sistema democrático"

Um comentário:

  1. Milagre! Nenhum ataque de nenhuma das partes(reaças e comunas).
    Me sinto em uma cidade vazia no 1 de Janeiro.
    Mas a realidade é essa mesmo. Mas tem gente que ainda diz:
    "Ahhh! Se não escolheu, então não tem direito de reclamar(tipo a propaganda veículada pela Justiça Eleitoral).
    Brasil! A mais de 500 anos sendo colônia de exploração.
    Talvez as pessoas devessem se questionar o porquê de Colombo ter ido por "cima".
    Mas pensar dói nesse país, além de nos colocar em um status, que quase beira um antagonismo ao que se denomina correto.

    ResponderExcluir