terça-feira, 14 de outubro de 2014

74- DE NOVO NÃO! VÃO VACINAR O POVO CONTRA UMA SUPOSTA PANDEMIA DE EBOLA?

Natural News
 http://www.noticiasnaturais.com/2014/09/oms-vacina-experimental-contra-o-ebola-sera-injetada-em-massa-em-humanos-a-partir-de-janeiro/




A Organização das Nações Unidas (ONU)  não está deixando uma boa crise ir para o lixo, e recentemente aprovou o uso das não-testadas vacinas experimentais contra o Ebola, que estão sendo levadas às pressas para o mercado neste exato momento. A agência France-Presse relata que as vacinas, as quais estão ignorando o processo de testes e aprovação normais, devem estar prontas em massa no início de 2015 para o uso na África Ocidental.
Duas vacinas em particular, uma fabricada pela gigante farmacêutica britânica GlaxoSmithKline (GSK) (aquela multada em 380 milhões de euros na China por corrupção) e a outra pela NewLink Genetics com sede nos Estados Unidos, estão sendo aceleradas através de ensaios clínicos, de acordo com a Diretora Geral adjunta da Organização Mundial da Saúde (OMS), Marie-Paule Kieny. Se tudo correr como o planejado, as vacinas estarão disponíveis para os profissionais de saúde já em novembro.
Se tudo correr bem, poderemos ser capazes de começar a usar algumas destas vacinas em alguns dos países afetados no início do próximo ano“, afirmou Kieny à mídia.
10.000 doses da vacina contra o Ebola da GSK estarão prontas antes do natal
A GSK já iniciou os testes clínicos em humanos com sua vacina nos EUA e na Grã-Bretanha, e os testes da vacina da NewLink estão marcados para começar nos EUA e Alemanha nas próximas semanas, de acordo com Kieny. Durante estes testes, os pacientes serão monitorados para efeitos adversos e para ver se as injeções produzem uma resposta imunológica adequada.
Elas têm dado resultados muito promissores em macacos, mas os macacos não são seres humanos“, ressaltou Kieny, advertindo que não foi ainda demonstrado que as vacinas contra o Ebola funcionam. “Nós ainda podemos enfrentar uma situação onde essas vacinas não seriam seguras em humanos ou onde elas não iriam representar nada em termos de proteção. Portanto, temos de ser muito prudentes.
O grupo pró-vacina Gavi, (Aliança Mundial para Vacinas e Imunização), que foi iniciado com financiamento da infame Fundação Bill & Melinda Gates, também está a bordo no esforço. O grupo comprometeu-se em uma recente declaração de fazer tudo o que puder para ajudar a acelerar a disponibilidade das vacinas contra o Ebola, determinadas para serem eficazes.
A GSK já está planejando ter 10.000 de suas vacinas disponíveis antes do final do ano, embora os testes em humanos ainda não foram concluídos. A NewLink também está declarando preventivamente a segurança de suas vacinas contra o Ebola, a qual recentemente doou 800 frascos, que representam 1.500 doses, à OMS para distribuição nos próximos meses.
Africanos ocidentais serão usados ​​como cobaias em testes de drogas experimentais
Várias outras empresas farmacêuticas estão planejando revelar suas próprias drogas experimentais contra o Ebola também, as quais eles planejam testar diretamente nos africanos ocidentais no calor da crise. A Reuters relata que a Mapp Biofarmacêutica, Sarepta e Tekmira vão iniciar os testes nos países afetados como parte de um esquema de aprovação acelerada para obter a liberação da droga o mais rápido possível.
Estamos começando a discutir com os países africanos para ver qual seria o mais adequado para testar essas novas drogas e estabelecê-las o mais rapidamente possível, o que dá uma vantagem para a sobrevivência dos pacientes“, afirmou Kieny, enfatizando o apoio da OMS no esforço.
Entretanto, a OMS diz que as transfusões de sangue do soro humano extraídos de sobreviventes do Ebola podem ser úteis na prevenção da disseminação da infecção. O tratamento foi demonstrado ser eficaz no médico americano Richard Sacra, a quem foi dado uma infusão de sangue do colega médico Kent Brantly. Os dois homens contraíram o Ebola, enquanto trabalhavam na África Ocidental.
Isso é algo onde a população africana não tem que esperar por mais ninguém para desenvolver para eles“, disse Kieny sobre o tratamento experimental. “É por isso que há muito entusiasmo.”
Participe da discussão no Fórum Notícias Naturais.

OPINIÃO: Lembram-se da suposta pandemia de H1N1 que o canalha do William Boner e sua adorável Mentirosa esposa noticiaram no Jornal Nacional? Pois é, aconteceu? Não! E será que esses canalhas da OMS serão capazes de fazer isso de novo? Eu creio que sim!
Por isso não vá se vacinando contra um suposto surto de ebola no Brasil!

Nenhum comentário:

Postar um comentário