quarta-feira, 18 de julho de 2012

3- OS PECADOS DOS EVANGÉLICOS.


OS PECADOS DOS EVANGÉLICOS
Nossos maus testemunhos

  Ser evangélico não é nada fácil, eu sei disso. Ser evangélico é ser de Deus, é ter aceitado a JESUS CRISTO e conseqüentemente andar segundo as suas palavras, segundo o que está escrito nas sagradas escrituras.
  Mas quantos de nós, evangélicos, conseguimos andar 100% corretos em nossas vidas cristãs? Nenhum de nós! O único santo de fato e perfeito em todos os seus caminhos é JESUS CRISTO, o Deus que se fez homem e habitou entre nós.
  Não vou “sentar o pau” nos evangélicos como muitos podem supor com esse breve comentário, nem tão pouco “passar a mão na cabeça deles” e ser condescendente com seus erros (e os meus), mas quero deixar um alerta (que foi dado antes a mim) para todos que aceitaram JESUS em suas vidas. E dar um conforto, pois, sei por experiência própria que seguir JESUS não é nada fácil e requer um sacrifício imenso e penoso para nossa carne, e nós a sentimos todos os dias.
  Vivemos em tempos onde tudo, mais do que nunca, nos favorece fazer a vontade da carne que na verdade são nossos desejos. A pressão que passamos está cada dia ficando maior, e as facilidades para pendermos para o pecado também. Hoje o pecado bate a nossa porta literalmente, e muitos de nossos irmãos acabam caindo. Não vou dizer que foi o inimigo, o diabo, que lançou uma armadilha e nós, ingênuos “tadinhos”, caímos como peixe no anzol. A culpa é nossa, somente nossa, pois está escrito:

“...cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz”. Tiago 1:14.

  Cabe a nós resistirmos aos desejos que estão contrários à vontade do nosso SENHOR JESUS e podemos perfeitamente resisti-los, não com facilidade, mas podemos resisti-los e vencê-los:

“Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que possais suportar”.                                  1 Coríntios 10:13


  O grande problema é que nossos atos acabam causando problemas gravíssimos e muitas das vezes irreversíveis para milhares de pessoas.
  Nós somos o sal dessa terra e, portanto devemos dar sabor a esse mundo:

“Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens”.                     Mateus 5:13.

Nós devemos estar no mundo com uma luz para os que não aceitaram o SENHOR JESUS:

“Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edifica sobre um monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus”.                       Mateus 5;14 ao 16.
 
  Mas, nós evangélicos, estamos nos comportando conforme os ensinamentos de JESUS? Na maioria das vezes não!  
  Não quero com isso “pôr panos quentes” sobre os erros dos evangélicos, como já disse. 
  O grande problema é que toda vez que desviamos desses preceitos de JESUS deixamos marcas para traz e essas marcas são pessoas vacinadas contra ele.    
  Muitas pessoas não evangélicas deixam de ouvir as palavras da verdade e perdem mais uma oportunidade de serem salvos por causa de atitudes nossas, atitudes erradas e contrárias às palavras do SENHOR que dizemos pregar e servir.
  Todas essas atitudes não cristãs não ficarão impunes, mas receberão castigos de acordo com o verdadeiro e único Salvador.

  Claro, o fato de termos muitas atitudes erradas e contrárias às sagradas escrituras, não dá o direito das pessoas de não se voltarem para Deus e aceitar a JESUS CRISTO, pois a palavra de Deus está acessível a todos sem empecilho algum. Muitos dessas pessoas se escondem por detrás desse pretexto para não se converterem e não fazerem a vontade de Deus.

  Nós, evangélicos, devemos a consciência que erramos muito e que somos culpados por isso e que receberemos as consequências desses erros das mãos do próprio SENHOR DEUS: JESUS CRISTO.

  Por amor a essas pessoas e amor ao Senhor JESUS devemos consertar o restante que está para morrer e nos arrepender e ter uma vida diferente se quisermos herdar a tão sonhada, prometida e pregada salvação em CRISTO JESUS.

  Por isso quero por meio desse blog pedir DESCULPAS E PERDÃO por um mau trabalho feito para o nosso Senhor JESUS e para as pessoas que deveriam receber as verdades de Deus por mim, por nós evangélicos.

  Somos muito criticados por nossos comportamentos inadequados, somos cobrados rigorosamente e muitas das vezes perseguidos, somos feridos e atacados por não condizermos com aquilo que professamos.

  Confesso que realmente devemos nos dar mais a fidelidade, devemos nos dar mais ao próximo e ter obras para glorificar a Deus e de forma que possa beneficiar o próximo.

  Estamos devendo amor, compaixão, respeito, cuidado, trabalho, caráter e a palavra de nosso Senhor JESUS ao mundo, estamos devendo muito!

  Por isso peço PERDÃO E DESCULPAS a todos que não são evangélicos por nossa negligência durante anos.

  Não quero com isso abrir mão dos valores sagrados ensinados nas sagradas escrituras e dar vazão a um ecumenismo onde afrouxaria as rédeas das doutrinas bíblicas aceitando toda filosofia religiosa contrária ao das sagradas escrituras. Quero sim dizer que erramos, e muito, mas de acordo com o que professamos segundo os ensinos do nosso SENHOR JESUS CRISTO.

  Todos os evangélicos devem se arrepender por nosso mau testemunho e por todo mal que isso causou chegando levar pessoas pro inferno.

  Nós, evangélicos, devemos “pôr a barba de molho” e rever nossos conceitos, devemos nos arrepender.

  Mas além de estarmos diante desse quadro terrível que são nossos péssimos testemunhos, quero dar uma palavra de conforto a todos irmãos evangélicos:

  Nós temos um advogado fiel e justo que nos julga sim, mas que nos purifica e nos redime de todo pecado:

“Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos advogado junto ao Pai, JESUS CRSITO, o justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro”.
                                                                                                                         1 João 2:1,2.

  Não façamos isso para nos livrar da condenação, se assim procedermos seremos hipócritas (mais ainda) e não haverá valor algum para Deus e resultado prático algum para o próximo. Façamos então por amor às pessoas que estão quebrantadas e não fortalecemos; aos que estão cativos e não proclamamos libertação; aos que não ouviram de nossa boca que esse é o ano aceitável do Senhor; aos que choram e não consolamos.

  Realmente estamos devendo e muito para todos nesse mundo, e eu me envergonho e me entristeço muito com tudo isso sabendo que poderia (e posso) fazer muito mais.

  Oremos para voltar às primeiras obras, oremos por nosso próximo e mais uma vez: peçamos PERDÃO E DESCULPAS por nossos testemunhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário